Obra reforça capacidade das bacias de retenção

 

 Intervenção conduz afluência de águas pluviais para a Bacia de Retenção do Parque da Cidade, mais a montante das três Bacias. Obra termina dentro de um mês.


 A intervenção que está em curso para reforçar a capacidade de gestão das bacias de retenção de Guimarães entrou na sua última fase, agora com o início dos trabalhos na Rua Calouste Gulbenkian, nas imediações da Escola João de Meira. 

A obra contempla o desvio de águas pluviais da Praça da Igualada para a Bacia do Parque da Cidade, onde está a ser criada uma comporta nova na atual bacia, perto do parque desportivo do Parque da Cidade, com o objetivo de aumentar a capacidade instalada desta primeira Bacia de Retenção e melhorar o desempenho das outras a jusante, e evitar ainda mais a ocorrência de cheias na baixa da cidade. 

Essa comporta vai acolher primeiramente as águas pluviais provenientes da montanha, armazenando-as na primeira bacia, antes de chegarem às duas bacias de retenção existentes no Parque das Hortas. 

 Com a realização da fase final desta intervenção, o trânsito na Rua Calouste Gulbenkian decorrerá de forma alternada com recurso a semáforos, com obrigatoriedade de viragem à direita para os veículos que seguem na Rua da Marcha Gualteriana e impedimento de estacionamento no lado oposto da Rua Calouste Gulbenkian.

 A necessidade do impedimento de estacionamento acontece devido à impossibilidade física em aceder aos locais, enquanto decorrem os trabalhos. A circulação de peões está devidamente assegurada, assim como a respetiva sinalização. A realização da obra tem final previsto para o dia 18 de junho.


Partilhar