Nota de pesar de Domingos Bragança

 NOTA DE PESAR Domingos Bragança manifesta profundo pesar pelo falecimento de Jorge Sampaio “Todo o País está grato por tudo quanto Jorge Sampaio nos deu, sempre com grande serenidade e generosidade.

A cidade de Guimarães está-lhe especialmente grata” Foi com profundo pesar que o Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, recebeu a triste notícia do falecimento de Jorge Sampaio. Neste momento de luto, Domingos Bragança endereça à sua enlutada as mais sentidas condolências. “Todo o País está grato por tudo quanto Jorge Sampaio nos deu, sempre com grande serenidade e generosidade. A cidade de Guimarães está-lhe especialmente grata, pois teve o enorme privilégio de o ter como Presidente do Conselho Geral da Fundação Cidade de Guimarães, cargo que desempenhou com alto sentido de responsabilidade, contribuindo para o sucesso da Capital Europeia da Cultura – Guimarães 2012. Jorge Sampaio soube, como ninguém, expressar o sentimento de identidade dos Vimaranenses, referindo-se a ele como sendo um Patriotismo de Cidade. Guimarães, que nunca esqueceu a sua generosidade, distinguiu-o, a 24 de junho de 2010, atribuindo-lhe a Medalha da Cidade em Ouro. 

O seu longo legado político e de humanismo ficará indelevelmente marcado na história da nossa Democracia e do nosso País”. Jorge Sampaio nasceu em Lisboa, em Setembro de 1939, tendo criado desde muito cedo uma relação especial com Guimarães, pelo facto do seu pai, o médico Arnaldo Sampaio, aqui ter nascido e estudado. Em 1961, licenciou-se em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, tendo desenvolvido uma relevante atividade académica, iniciando uma persistente ação política de oposição à Ditadura. Em 1978, Jorge Sampaio adere ao Partido Socialista. Em 1979, é eleito deputado à Assembleia da República, pelo círculo de Lisboa e passa a integrar o Secretariado Nacional do PS. 

 Eleito Presidente da República, sucessivamente, em 1996 e em 2001, Jorge Sampaio elegeu Guimarães como cidade anfitriã das Comemorações Nacionais do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, a que presidiu. Em Maio de 2006, foi designado Enviado Especial do Secretário-Geral das Nações Unidas para a Luta contra a Tuberculose e, em Abril de 2007, foi nomeado, pelo Secretário-Geral das Nações Unidas, Alto Representante para a Aliança das Civilizações. 

Jorge Sampaio foi um homem e um político de um profundo humanismo, pugnando sempre pelos valores democráticos e republicanos, pelos seus valores e princípios, facto que teve sempre o reconhecimento dos cidadãos e especialmente dos eleitores ao longo dos vários sufrágios a que se submeteu. 

Foi sempre muito interventivo e de afetos, pautando a sua atuação por uma enorme exigência, e como político pontuou a sua atuação por decisões corajosas, e muitas vezes solitárias. Desenvolveu uma carreira política longa, na oposição ao Regime Autoritário do Estado Novo, no Parlamento da Democracia, no Governo, no Conselho da Europa, na Câmara Municipal de Lisboa e na Presidência da República.

 Foi Jorge Sampaio que cunhou o slogan “25 de Abril, sempre”. Foi Presidente do Conselho Geral da Fundação Cidade de Guimarães (desde 2009), entidade promotora do programa cultural de Guimarães Capital Europeia da Cultura 2012.

Partilhar