Pepa sai e Moreno fica no Vitória

O presidente do Vitória, esteve na sala de imprensa do Estádio D. Afonso Henriques, para explicar a saída de Pepa do comando técnico do Vitória. E, ao mesmo tempo, justificou a aposta em Moreno Teixeira, que liderava a equipa B.

António Miguel Cardoso, não quis adiantar muito a troca de palavras que no treino de ontem de manhã azedaram as relações com Pepa ao ponto de considerar que a continuidade do treinador terminava ali mesmo.

Deduziu-se das palavras do Presidente vitoriano que Pepa não estava a incentivar os jovens jogadores que chegaram ao plantel apelando continuamente a novos reforços e dizendo que a equipa era mais fraca que a do ano passado.

António Miguel Cardoso considerou isso uma falta de incentivo aos jovens jogadores, uma especie de desvalorização do plantel, e indicou a Pepa a prta de saída.

O Presidente reforçou que o seu madato visa reduzir o grande passivo do clube, apostar na juventude, fazer uma equipa competitiva, sim, mas com os pés assentes na terra.

Cardoso acrescentou que os adeptos, que não gostaram da venda de Rochinha por 2 milhões ao Sporting, podem achar estas medidas como de fragilidade, «mas o que está aqui em causa é o futuro do clube e foi isso a que nos propusemos: que o Vitória tenha futuro».

O presidente diz confiar plenamente no trabalho e vitorianismo de Moreno considerando que é o homem certo. Moreno, antigo jogador e treinador da equipa B, mostrou-se feliz e honroso pelo convite embora não esperasse que o mesmo surgisse desta forma.
 

Partilhar