FAFE Detido por incêndio florestal


O Comando Territorial de Braga, através do Posto Territorial de Fafe, ontem, dia 9 de maio, deteve um homem de 79 anos por incêndio florestal, na freguesia de São Gens, no concelho de Fafe.

No decurso de uma ação de patrulhamento, os militares desta Guarda detetaram uma coluna de fumo em zona florestal e deslocaram-se de imediato para o local, onde detetaram um indivíduo que estava na posse de dois isqueiros e estava a tentar atear um incêndio. Foi possível apurar que o homem terá realizado uma queima que se descontrolou e estaria naquele momento a tentar fazer contrafogo.


O incêndio foi combatido pelos Bombeiros Voluntários de Fafe e o suspeito foi detido. Os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Fafe.


A proteção de pessoas e bens, no âmbito dos incêndios rurais, continua a assumir-se como uma das prioridades da GNR, sustentada numa atuação preventiva e num esforço de patrulhamento nas áreas florestais.


A GNR relembra que:


As queimas e queimadas são das principais causas de incêndios em Portugal;

A realização de queimadas, de queima de amontoados e de fogueiras é interdita sempre que se verifique um nível de perigo de incêndio rural «muito elevado» ou «máximo», estando dependente de autorização ou de comunicação prévia noutros períodos;

Para evitar acidentes siga as regras de segurança, esteja sempre acompanhado e leve consigo o telemóvel.

A Guarda Nacional Republicana, através do Serviço da Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA), tem como preocupação diária a proteção ambiental e dos animais. Para o efeito, poderá ser utilizada a Linha SOS Ambiente e Território (808 200 520) funcionando em permanência para a denúncia de infrações ou esclarecimento de dúvidas.


 

Partilhar