Comendadora Dulce Félix recebe Medalha de Mérito de Guimarães

 

Condecorações honoríficas do Município de Guimarães do 24 de junho aprovadas por unanimidade


Na reunião do Executivo Municipal desta segunda-feira, 17 de junho, foram votadas, no âmbito das Comemorações do 24 de Junho Dia Um de Portugal deste ano, as condecorações honoríficas às instituições e individualidades cujos contributos a Guimarães, e ao país, foram entendidos como relevantes. 

Com a Medalha de Honra da Cidade, a mais alta distinção do Município, foram distinguidos o jornal O Comércio de Guimarães, a Escola de Engenharia da Universidade do Minho e o Exército Português. 

Medalha de Mérito Social, a Irmandade de São Torcato e Roriz Mendes, com a Medalha de Mérito Científico, Paulo Novais, com a Medalha de Mérito Cultural, Rodrigo Areias, com a Medalha de Mérito Desportivo, Dulce Félix e Rui Bragança, e com a Medalha de Mérito Empresarial, Cristina Vaz. 

Em seguida, resume-se a fundamentação da atribuição de medalhas que serviu de suporte decisivo à votação ocorrida durante a reunião do Executivo Municipal, e que resultou numa aprovação por unanimidade de todas as atribuições propostas. 


O Comércio de Guimarães 

Adaptando-se aos tempos e à dinâmica da sociedade cuja atividade reporta, O Comércio de Guimarães transformou-se num relevante órgão de comunicação social local e regional que informa sobre todas as áreas da vida política, económica, social e cultural de Guimarães, construindo-se hoje como um importante garante do direito de acesso das populações à informação. 

Escola de Engenharia da Universidade do Minho 

A Universidade do Minho tem sido, desde a sua fundação, um dos maiores motores do desenvolvimento social e económico da região do Minho, e a sua maior Escola, a Escola de Engenharia, esteve sempre empenhada na transferência de conhecimento e tecnologia para a sociedade, numa interação próxima com o tecido empresarial e com o Município de Guimarães em particular, contribuindo decisivamente para a fixação, bem-estar e prosperidade dos seus cidadãos. 

Exército Português 

Honra, Lealdade, Disponibilidade, Disciplina e Coragem são princípios inabaláveis da conduta do Exército Português. Estes princípios, aliados a uma perene ligação a D. Afonso Henriques e, consequentemente, à Batalha de São Mamede, fazem com que o Exército Português mereça ficar indelevelmente associado à tenacidade e forte identidade da Cidade Berço de Portugal e de todos os Vimaranenses, inspirados, tal como o Exército Português, pela figura do seu primeiro Comandante e Rei de Portugal, Afonso Henriques. 

Irmandade de São Torcato 

São Torcato, o Santo do Povo, mantém a sua singularidade e o seu fervor religioso e é um dos grandes centros de religiosidade de Portugal. Há mais de 750 anos, a Irmandade de São Torcato serve o Santo do Povo pelo que a sua importância para a preservação do Património Imaterial de Guimarães, assim como o serviço social que presta, fazem desta instituição uma referência de Guimarães, no Norte de Portugal e do país. 

Roriz Mendes 

Para além do seu envolvimento e compromisso com diversas associações vimaranenses, Roriz Mendes contribuiu e contribui para a promoção do conhecimento e o incremento do desenvolvimento da Penha, um dos mais valiosos patrimónios naturais de Guimarães, cuja qualidade é reconhecida e consubstancia um espaço consolidado de fruição coletiva e comunitário que dignifica e orgulha Guimarães. 

Paulo Novais 

Paulo Novais tem um currículo académico e de investigador notável, para além de um forte comprometimento com a sua terra, S. Torcato, e a sua cidade e concelho, Guimarães, como disso é prova o fervor com que se dedica às causas sociais e culturais que envolvem as instituições em que colabora. O seu papel como especialista em Inteligência Artificial empresta a Guimarães uma notoriedade que merece destaque e que a projeta nacional e internacionalmente como Cidade de Ciência. 

Rodrigo Areias 

Normalmente, com o estatuto que atingiu enquanto criador e produtor, Rodrigo Areias poderia estar radicado em qualquer capital europeia. Porém, é em Guimarães que permanece, é com o desenvolvimento cultural e económico de Guimarães que continua firmemente comprometido, é a diversos artistas de Guimarães que continua a prestar apoio no lançamento das suas carreiras e é aqui que sedeou a sua produtora Bando À Parte, atualmente uma das mais importantes e prolíficas estruturas portuguesas desta área. 

Dulce Félix 

A 10 de julho de 2016, foi feita Comendadora da Ordem do Mérito pelo Presidente da República. Ao atribuir-lhe a Medalha de Mérito Desportivo, o Município de Guimarães reconhece, não apenas os brilhantes resultados alcançados nas pistas, mas também a confiança, capacidade de trabalho, superação e resiliência de uma atleta que soube comandar o próprio destino para ganhar um lugar de honra nas páginas douradas do desporto português e internacional. 


Rui Bragança 

A atribuição desta condecoração a Rui Bragança assenta, não apenas nas suas conquistas desportivas, mas na dedicação, disciplina, rigor e resiliência que as tornaram possíveis. Ele é um exemplo de superação e excelência, cujo legado inspirará futuras gerações de atletas. A sua carreira é um testemunho do poder da perseverança e do trabalho árduo, e a sua transição para a medicina ilustra seu compromisso contínuo com o serviço à comunidade. 


Cristina Vaz 

Cristina Vaz é um exemplo inspirador de empreendedorismo, inovação e ambição. A sua capacidade de transformar uma pequena confeção numa empresa de sucesso internacional, focada na qualidade e no segmento de luxo, demonstra a sua visão e liderança excecionais. A atribuição desta condecoração a Cristina Vaz é um reconhecimento pelo seu significativo contributo para a economia nacional, pela criação de emprego e pela promoção de Portugal como um produtor de excelência no mercado europeu de vestuário. 


Partilhar