VISITE VIZELA

Cheia de 1962 continua a ser a maior de que há memória

A cheia registada no rio Vizela no últimos fim de semana com o pico maior (talvez) registado na manhã do último sábado, dia 13 de fevereiro, ficou distante do volume de 1 de abril de 1962. Na ponte romana, embora as fotos se apresentem em sentido inverso, pode-se ver que a água este ano não entrou em todas as saídas de recurso que aquela travessia apresenta. E na rua Ana Amália o volume de água esteve também aquém do de 1962, tal como no Parque embora aqui mais disfarçado um pouco.