VISITE VIZELA

Direção e Bombeiros voltam a abordar assunto Comandante

Está marcada para este sábado à noite no quartel uma reunião entre a direção dos Bombeiros de Vizela e todos os bombeiros do Corpo Ativo onde será abordada a questão do Comandante entre outros assuntos.
Paulo Félix candidatou-se ao cargo de Comandante.

Amanhã poderá ficar resolvida a vaga deixada em aberto depois da saída de Paulo Oliveira há mais de um ano tendo as funções de comando ficado a cargo do 2º Comandante Adão Carvalho.

Paulo Félix, bombeiro da corporação, parece ser o mais bem posicionado para a ocupação do lugar de Comandante tendo sido o único a apresentar candidatura ao cargo.
O atual comandante em exercício, 2º Comandante Adão Carvalho e a adjunta de comando Ana Luísa declinaram exercer essa função podendo continuar nos seus cargos independentemente do Comandante que vier a assumir.

O presidente da Direcção, João Ilídio Costa, anunciou (sem citar nomes) na última reunião com os bombeiros que existia a possibilidade de se apresentarem três candidatos de fora da Corporação Vizelense ao cargo de Comandante, assunto que certamente também será abordado amanhã.
Entretanto os bombeiros contatados pelo ddV não têm dúvidas que o novo Comandante será mesmo Paulo Félix embora nada tenha sido confirmado ou anunciado até ao momento.



Confirmado afastamento de comandante 
dos bombeiros de Vila Verde


"Uma Comissão Arbitrária confirmou, esta quinta-feira, o afastamento do comandante dos Bombeiros Voluntários de Vila Verde, José Lomba, que tinha sido decidida pela direção, depois do caso da ambulância de emergência ao serviço da TVI.

José Alberto Lomba (na foto), sargento-mor do Exército, não viu renovada a comissão de serviço de cinco anos, depois de se ter manifestado publicamente contra a utilização, a 9 de outubro de 2016, de uma ambulância, sempre em marcha de emergência a levar apresentadores do programa "Somos Portugal", da TVI.

A direção votou por maioria o afastamento do graduado das Forças Armadas, tendo José Alberto Lomba recorrido à Comissão Arbitrária, que já esta tarde negou provimento à impugnação do comandante dos Bombeiros Voluntários de Vila Verde.

A Comissão Arbitrária foi integrada por três responsáveis: Álvaro Santos (presidente da assembleia geral dos Bombeiros Voluntários de Vila Verde); Fernando Vilaça (Liga dos Bombeiros Portugueses) e Olga Morais (Autoridade Nacional de Proteção Civil)".

(Notícia JN, Joaquim Gomes)