VISITE VIZELA

Reunião da Câmara Municipal de Vizela

Ordem de trabalhos da próxima reunião ordinária do Executivo Municipal de Vizela, que terá lugar no próximo dia 25 de setembro, no edifício-sede do Município, sito na Praça do Município, pelas 10 horas


1.2. INFORMAÇÕES/VOTOS LOUVOR/RECOMENDAÇÕES:
1. Atribuição de apoios não financeiros. Deliberação em Reunião de Câmara nº 074 de 19/01/2017.

1.3. PERÍODO DE INTERVENÇÃO DOS VEREADORES:

2. PERÍODO DA ORDEM DO DIA:

PONTO N.º2.1 DA ORDEM DE TRABALHOS: PROPOSTA DE RATIFICAÇÃO DE VIGÉSIMA QUARTA MODIFICAÇÃO AOS DOCUMENTOS PREVISIONAIS DE 2017 - VIGÉSIMA TERCEIRA ALTERAÇÃO AO ORÇAMENTO DA DESPESA 2017: Porquanto o exigiram circunstâncias excecionais e urgentes como o serviço de policiamento e ordenamento do trânsito para a prova "Vizela Racing Festival - Adruzilo Lopes" e a restituição das taxas referentes às rampas, aprovei a vigésima quarta modificação aos Documentos Previsionais de 2017, nomeadamente a vigésima terceira alteração ao Orçamento da Despesa 2017, usando da faculdade estabelecida no número 3 do artigo 35.º da Lei 75/2013, de 12 de setembro. Assim, submete-se a vigésima quarta modificação aos Documentos Previsionais de 2017 para ratificação, sob pena de anulabilidade.
__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________.

PONTO N.º2.2 DA ORDEM DE TRABALHOS: PROPOSTA DE ANULAÇÃO DE PROCEDIMENTO CONCURSAL COMUM PARA CONSTITUIÇÃO DE RELAÇÃO JURÍDICA DE EMPREGO PÚBLICO A TERMO RESOLUTIVO CERTO, PARA PROVIMENTO DE 1 POSTO DE TRABALHO - REFª A)- 1(UM)POSTO DE ASSISTENTE TÉCNICO(A) - AVISO N.º 14187/2016, PUBLICADO NA 2ª SÉRIE DO DR N.º 219, DE 15 DE NOVEMBRO: Através do Aviso n.º 14187/2016, publicado no Diário da República de 15 de novembro, foi publicitado o procedimento concursal para recrutamento de 1 posto de trabalho, para constituição de relação jurídica de emprego público a termo resolutivo certo, com o objetivo do preenchimento de um posto de assistente técnico - ref.ª A); No respeitante à ref.ª A), procedimento ainda não concluído, tendo somente sido concluído a fase dos candidatos admitidos e excluídos ao procedimento, de acordo com a legislação em vigor, um dos candidatos fica automaticamente selecionado, uma vez que se trata do um candidato com vínculo de emprego público, com larga experiência nas funções pretendidas; O candidato em causa tem vínculo de emprego público por tempo indeterminado, com o Município de Vizela, com a categoria profissional de assistente operacional, mas exerce funções, desde 2010, de assistente técnico no Agrupamento de Escolas de Infias – Vizela (conforme comprovado na respetiva candidatura). Considerando que: o candidato a selecionar para o preenchimento do posto de trabalho é funcionário do Município de Vizela; o mesmo exerce funções de assistente técnico, ainda que com a categoria de assistente operacional; o Município de Vizela tem a possibilidade de proceder à sua mobilidade intercarreiras para a carreira/categoria de assistente técnico; Tal situação não só não é desfavorável ao candidato, como é justa, dado que o mesmo tem exercido as funções pretendidas, com uma remuneração não compatível com o exercício do cargo, de grau e complexidade equiparável a assistente técnico. Assim, atendendo ao exposto, submete-se a reunião de câmara, no sentido de aprovar, a proposta de anulação do procedimento concursal, na parte referente à contratação de um recurso para preenchimento de um lugar de assistente técnico - ref.ª A), nos termos do n.º 2 do artº 38º da Portaria 83-A/2009, de 22.01, alterada e republicada pela Portaria 145-A/2011, de 06-04, conjugado com o disposto no n.º 1 do art.º 4º do Decreto-Lei 209/2009 de 3 de setembro e na Lei n.º 75/2013, de 12 de setembro.
__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________.

PONTO N.º2.3 DA ORDEM DE TRABALHOS: PROPOSTA DE CEDÊNCIA DO PAVILHÃO MUNICIPAL DE VIZELA: Considerando que: Nos termos das alíneas o) e u) do n.º 1 do artigo 33.º da Lei n.º 75/2013, de 12 de setembro, as Câmaras Municipais, no âmbito do apoio a atividades de interesse municipal, são detentoras de competência para deliberar sobre as formas de apoio a entidades legalmente existentes, nomeadamente com vista à prossecução de obras ou eventos de interesse municipal, assim como, apoiar atividades de natureza social, cultural, educativa, desportiva, recreativa ou outra de interesse para o município; Existem diversas entidades na área do Município que, no desenvolvimento da sua atividade, carecem necessariamente do apoio logístico da Autarquia, designadamente no que respeita à cedência de espaços adequados à prática de determinadas modalidades desportivas. Atento o exposto, nos termos das alínea o) e u) do n.º 1 do artigo 33.º da Lei n.º 75/2013, de 12 de setembro, submete-se a reunião de Câmara, no sentido de aprovar, a proposta de cedência do Pavilhão Municipal, nos termos e nas condições constantes nos protocolos em anexo, às seguintes entidades:
 Associação – Desportivo Jorge Antunes;
 Associação para a Integração e Reabilitação Social de Crianças e Jovens (AIREV);
 Callidas Club.
__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________.

PONTO N.º2.4 DA ORDEM DE TRABALHOS: PROPOSTA DE ORDENAMENTO E SINALIZAÇÃO DE TRÂNSITO - COLOCAÇÃO DE SINALIZAÇÃO - UNIÃO DAS FREGUESIAS DE CALDAS DE VIZELA (S. MIGUEL E S. JOÃO): Considerando que Compete à Câmara Municipal o ordenamento de trânsito e a sinalização das vias públicas sob a sua jurisdição, conforme as disposições constantes no n.º 1 do artigo 6, do Decreto-Lei n.º 44/2005, de 23 de fevereiro. No sentido de melhorar e ordenar a circulação automóvel, submete-se à aprovação da Reunião de Câmara a sinalização abaixo descrita. Atento o exposto, nos termos das disposições constantes no Código da Estrada, na redação atual dada pela Lei n.º 72/2013, de 3 de setembro e no Regulamento de Sinalização e Trânsito, aprovado pelo Decreto Regulamentar n.º 22-A/98, de 1 de outubro, proponho a aprovação do ordenamento de trânsito bem como a colocação do respetivo sinal:
Freguesia: União de Freguesias de Caldas de Vizela (S. Miguel e S. João)
Local: Alameda 5 de agosto (no sentido do Bar do Rio para a Rotunda)
Sinalização Vertical:
- 1 Sinal C15 – Estacionamento Proibido.
________________________________________________________________________________________________________

PONTO N.º2.5 DA ORDEM DE TRABALHOS: PROPOSTA DE RATIFICAÇÃO DE DESPACHO DE EMISSÃO DE LICENÇA ESPECIAL DE RUÍDO - MANUEL COSTA & FILHOS, LDA.: Através de requerimento, datado de 06 de setembro de 2017, Manuel Costa & Filhos, Lda., contribuinte nº 502 217 677, solicitou emissão de Licença Especial Ruído para a realização de trabalhos de “receção de uvas, prensagem e outros trabalhos de vinificação”, na Rua de Britelo, Freguesia de Vizela (Santo Adrião), a decorrer de 08 de setembro a 01 de dezembro de 2017. A Licença pretendida é das 09:00 às 24:00 horas de segunda-feira a quinta-feira e das 09:00 horas á 01:00 horas às sextas-feiras e sábados. Tendo em consideração o pedido formulado, foi solicitado parecer à Junta de Freguesia de Vizela (Santo Adrião) e também à Associação Comercial e Industrial de Vizela, que se pronunciaram favoravelmente. Atento o exposto, em virtude da finalidade do requerimento e devido à impossibilidade de agendamento, a fim de que o mesmo fosse, devidamente analisado em reunião desta Câmara Municipal, autorizei, em 08/09/2017 a emissão da correspondente Licença, desde aquela data, até 01 de dezembro de 2017, nos termos do disposto n.º 3, do artigo 35º, da Lei nº 75/2013, de 12 de setembro e nos n.º 1 e 2, do artigo 15º, do Regulamento Geral do Ruído, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 9/2007, de 17 de janeiro, na sua redação atual. Nesta conformidade, proponho a ratificação daquele despacho, nos termos do disposto n.º 3, do artigo 35º, da Lei n.º 75/2013, de 12 de setembro, na sua redação atual.
__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________.

INTERVENÇÕES ABERTAS AO PÚBLICO: