VISITE VIZELA, Santuário de S. Bento das Peras; Balneários Termais; Parque; Rio; Montanha; Património; História...

D. Duarte Pio condecorou Bombeiros de Vizela

D. Duarte Pio no meio dos vizelenses. 
Cerimónia decorreu esta manhã na Capital com a presença dos três presidentes dos Bombeiros de Vizela, quatro elementos do comando e do capelão P. Constantino que concelebrou a Eucaristia ao lado do Patriarca de Lisboa. Lamentavelmente a TVI cortou a emissão na hora de condecorar as corporações de bombeiros presentes.



Por deliberação de Sua Alteza Real Dom Duarte Pio de Bragança, Grão-mestre da Real Ordem de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa, foi concedida ao meio dia de hoje à Real Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Vizela a Medalha de Mérito de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa - Padroeira do Reino.


A condecoração aconteceu na Igreja de São Roque no Largo Trindade Coelho em Lisboa, no final da Missa comemorativa dos 150 anos da Real Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Lisboa, a qual foi celebrada por Dom Manuel Clemente, Cardeal Patriarca de Lisboa. O pároco de S. Miguel das Caldas, capelão dos Bombeiros Voluntários de Vizela e arcipreste de Guimarães-Vizela, coadjuvou na celebração eucarística.
Os órgãos sociais, depois de terem tomado posse na sexta-feira, tiveram aqui o seu primeiro ato público estando representados pelos presidentes José Manuel Pires (D), Armindo Faria (AG) e João Barbosa (CF).
Do comando esteve presente Paulo Félix (c), Adão Carvalho (2°c) e os adjuntos Ana Luísa e Miguel Ribeiro. Hugo Ferreira, futuro adjunto, também esteve presente e foi o porta estandarte da Real Associação vizelense.

A entrega da Condecoração foi feita em mão por Dom Duarte Pio de Bragança a José Manuel Pires e Paulo Félix. Foi pena que a TVI tivesse cortado a emissão em momento tão importante para os soldados da paz.

REAIS
Num total de 461 Associações de Bombeiros do País, apenas 19 delas receberam tal e prestigiante condecoração correspondendo às Associações reconhecidas com o título de Real. A Associação vizelense passou a ostentar o título de Real, em 10 de junho de 1905, atribuída em Lisboa por carta régia, pelo Rei D. Carlos, que concedeu a mercê e privilégio de Real à corporação Vizelense passando esta, doravante, a designar-se por Real Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vizela.