VISITE VIZELA, Santuário de S. Bento das Peras; Balneários Termais; Parque; Rio; Montanha; Património; História...

Balanço do Portugal 2020-Norte

A CCDR-N acaba de lançar a nova publicação “NORTE UE - Dinâmicas dos Fundos Europeus na Região do Norte”, com o objetivo de analisar a aplicação da Política de Coesão da União Europeia (UE) e, em particular, dos programas do Portugal 2020 na região.
Das conclusões do primeiro número, que junta dados de 30 de junho de 2018, ressalva que o Norte representa cerca de 40 por cento do investimento, do fundo aprovado e do fundo executado a nível nacional.

A análise à execução dos programas do Portugal 2020 permite concluir que o financiamento da UE “reflete as acentuadas diferenças intrarregionais” tanto ao nível da estrutura económica como da geografia do território com cerca de 72 por


cento dos fundos a concentrarem-se na Área Metropolitana do Porto, no Ave e no Cávado. Por outro lado, as subregiões de Terras de Trás-os-Montes, Alto Minho, Ave e Cávado destacam-se pela maior intensidade de fundo aprovado por habitante.

Na publicação, destaca-se, igualmente, o peso do NORTE 2020 como principal instrumento de financiamento no Alto Tâmega, no Douro e em Terras de Trás-os-Montes. Já o COMPETE 2020 tem maior relevância no Alto Minho e no Ave, com a forte presença de empresas, e o POCH no Tâmega e Sousa, com o foco nas qualificações da população jovem.

Consulte o documento em www.ccdr-n.pt.