"20 agosto - Bragança-FC Vizela início Campeonato de Portugal, 17h00. Força Vizela

IX edição do Festival Internacional de Órgão Ibérico

A Santa Casa da Misericórdia de Guimarães apresenta o seu programa de concertos de órgão integrados na IX edição do Festival Internacional de Órgão Ibérico, que inicia já no próximo dia 17 de Junho, sábado, pelas 19 horas, com um concerto de Giampaolo Di Rosa.


Os concertos acontecem na Igreja de Santo António dos Capuchos, no órgão histórico do séc. XVIII, restaurado em 2008.

O horário dos concertos sofre, este ano, uma alteração, passando a realizar-se às 19 horas (com exceção do concerto de Setembro que se mantém Às 21:30h).

O IX Festival Internacional de Órgão Ibérico, que este ano acontece sob o tema Tradições em Música, inclui cinco concertos, entre Junho e Dezembro.

A nona edição do Festival Internacional de Órgão Ibérico da Santa Casa da Misericórdia de Guimarães refere-se em particular a perfis de tradições europeias no que respeita ao rei dos instrumentos: o órgão na sua multiplicidade.

Destaca-se, a partir deste ano, a colaboração em parceira com a Sé de Vila Real e o seu órgão sinfónico, na produção de alguns concertos, que desta maneira permite a partilha entre músicos e, oferecendo dois instrumentos diferentes, se espera ser opção para uma maior audiência.



Programa:

17 Junho

Giampaolo Di Rosa (Itália/Portugal)

15 Julho

Przemislaw Kapitula (Polónia)

16 Setembro

Esteban Elizondo (Espanha)

31 Outubro

Erland Hilden (Suécia)

16 Dezembro

Giampaolo Di Rosa (Itália/Portugal)





Giampaolo Di Rosa é organista titular da Igreja de Santo António dos Portugueses em Roma, tendo sido recentemente nomeado organista titular da Sé Catedral de Vila Real e orientado os projetos fónicos de ambos os órgãos sinfónicos.

Doutorado em análise musical, completou na Europa os estudos de piano, órgão, cravo, música de câmara, interpretação historicamente informada, composição, teoria e análise.

O seu repertório abrange todas as épocas históricas, para além da improvisação, das suas próprias composições e transcrições para órgão, sendo intérprete dos ciclos integrais de alguns compositores, entre os quais Johann Sebastian Bach e Olivier Messiaen.

Desenvolve atividade de concertista no mundo inteiro, dedicando-se também ao ensino, investigação e assessoria para diferentes instituições, como a Santa Casa da Misericórdia de Guimarães e a Catedral de León em Espanha.

É diretor artístico para a atividade musical do Instituto Português de Santo António em Roma (IPSAR), nomeado pelo seu Reitor Mons. Agostinho Borges em 2008.

O Presidente da República conferiu-lhe, em 2010, o grau de Oficial do Infante Dom Henrique.


Maria Rui Sampaio