Visite Vizela

Comunicado do PS de Vizela

"A VERDADE QUE O PS SE ORGULHA DE LEMBRAR"


Realidade, rigor ou precisão, sinónimos da palavra “verdade”, são princípios pelos quais o Partido Socialista de Vizela (PS) se rege. Na mesma linha de atuação transparente com que o PS encara este mandato autárquico, orgulhamo-nos de lembrar aos Vizelenses a verdade:

1ª VERDADE:
O PS TIROU A CÂMARA MUNICIPAL DE VIZELA DO PAEL, garantindo um empréstimo em condições muito vantajosas para substituir a dívida e possibilitando à autarquia recuperar a sua liberdade de ação.

2ª VERDADE:
A saída do PAEL vem permitir que os Vizelenses tenham uma REDUÇÃO DE IMPOSTOS SE FIZEREM OBRAS NOS IMÓVEIS que estejam na Área de Reabilitação Urbana (ARU).

3ª VERDADE:
O PS propôs na última reunião de Câmara que aqueles benefícios fiscais sejam alargados aos privados de todas as freguesias do concelho, propondo também a revisão das ARU das freguesias, criadas pelo PS.

4ª VERDADE:
O PS BAIXOU O IMI DE 2017 E VOLTOU A BAIXAR PARA 2018, como comprovarão em breve (a título de exemplo, um munícipe que tenha um prédio avaliado em 100 mil euros, vai pagar em 2018 menos 52 euros do que em 2017 e menos 102 euros do pagava em 2016).

5ª VERDADE:
Em 2017 o PS pagou 2,5 MILHÕES DE EUROS DE DÍVIDA.

6ª VERDADE:
O PS negociou com o Governo e a CIM do AVE um conjunto de OBRAS COMPARTICIPADAS EM MAIS DE 5 MILHÕES DE EUROS.

7ª Verdade:
O PS DEIXOU MAIS DE 4 MILHÕES DE EUROS NOS COFRES DA CÂMARA como comprovam as contas de dezembro de 2017 apresentadas à Assembleia Municipal.

8ª VERDADE:
A lei obriga a Câmara Municipal a dar cópia dos documentos que lhe são solicitados. O PS solicita mas o presidente da Câmara não os entrega! Porquê? Porque os documentos provarão que o Partido Socialista fala verdade.

9ª VERDADE:
Victor Hugo Salgado foi durante anos e até maio de 2016 vereador do Património na Câmara Municipal de Vizela. Em maio de 2016 André Castro assume a pasta do Património como comprovam as páginas 68 e 69 da Prestação de Contas de 2016, documento aprovado na Câmara e na Assembleia Municipal.

10ª VERDADE:
A regularização do Património da Câmara Municipal, tantas vezes criticada de lenta pela coligação PSD-CDS que hoje está no poder, conheceu um avanço com André Castro. Exemplo disso é o facto da escritura de doação do campo de Stº Adrião com a Diocese do Porto ter acontecido em 14 de dezembro de 2017. E não foi mais cedo porque o responsável não teve disponibilidade de agenda.

11ª VERDADE:
Em 8 de dezembro de 2008 foi inaugurado o Campo de Jogos do CCR de Montesinhos. As notícias desse dia, que pode ler nas páginas de internet do DDV ou do blog do clube (http://ccrmontesinhos.blogspot.pt/2008/12/inaugurao-do-campode-jogos.html ou em http://www.digitaldevizela.com/2008/12/ccr-de-montesinhos-j-temum-campo-de.html) relatam a “grande homenagem” que foi feita ao doador do terreno.

12ª VERDADE:
Se houve uma doação ao clube em 2008, mas que infelizmente não se concretizou em escritura, porque é que a doação de 2018 não é feita diretamente ao clube? Uma pergunta simples do PS mas que o presidente da Câmara Municipal não soube ou não quis responder de forma clara. Uma coisa é certa, quando houver uma festa e mais uma fotografia de Victor Hugo Salgado a gabar-se de estar a “doar” um terreno, já os Vizelenses sabem que tudo não passa de folclore!

Todas as instituições, associações ou clubes de Vizela merecem do PS o maior respeito e apoio. Os muitos milhões de euros dados ao movimento associativo vizelense pelo PS desde 1998 até 2017 provam isso mesmo. Mas, o Partido Socialista jamais permitirá que qualquer interesse privado se sobreponham aos interesses das instituições, de Vizela e dos Vizelenses.


Vizela, 28 de fevereiro de 2018 
PS/Vizela