FESTAS CIDADE DE VIZELA...7 a 14 agosto.Visite. Participe.

Liga dos Amigos das Termas prestou homenagem póstuma a Alcides Campelos seu primeiro Presidente

Foi descerrada moldura fotográfica na sede da Liga dos Amigos das Termas em homenagem ao seu primeiro presidente e fundador.


No sábado foi prestada homenagem póstuma a Alcides Campelos, vizelense falecido em dezembro passado e que à data presidia à Liga dos Amigos das Termas. Para além desta associação. Alcides Campelos esteve ligado à maioria das associações de Vizela. O auditório da Casa das Coletividades lotou com a presença de representantes das forças vivas de Vizela, amigos, família e autarcas.
Victor Hugo Salgado salientou que a melhor forma de prestar homenagem «ao amigo Alcides Campelos é colocar as "bandeiras" do Rio Vizela e das Termas, que ele mais defendia, na linha da frente dos objetivos da Câmara Municipal».
O edil focou ainda o empenho de Alcides Campelos em corresponder ativamente com diversas áreas vizelenses dizendo que admirava a sua tenacidade.
A presidente da Liga dos Amigos das Termas referiu: «Estamos aqui hoje para evocar a Memória de um homem. Um homem, um vizelense como qualquer um de nós, que antes de mais nos ensinou a amar a nossa Terra e que foi o nosso fundador e primeiro líder: o Sr. Alcides Campelos.
Todos aqueles que hoje aqui se encontram e que fizeram questão de se juntarem a nós, conhecem bem o quão importante e indispensável é, nesta Terra, a palavra Associativismo. Mas se há quem viva essa forma de amar os outros, dando um pouco de si e do seu contributo, através do associativismo, o nome de Alcides Campelos é, sem dúvida, incontornável»
.

Cidália Faria acrescentou na sua intervenção: «O associativismo, a Liga em particular, VIZELA e os vizelenses, perderam um, senão mesmo, o seu maior AMIGO.
Esta amarga sensação que nos absorve pela sua ausência, dando lugar a uma triste sensação de vazio, provoca em todos nós a vontade e o espírito de querer honrar o legado que aquele nos deixou.
A sua força de querer fazer mais e sempre mais pela sua Terra, será agora a nossa força de querer seguir o seu exemplo e os seus valores. O altruísmo e humanismo que tão bem o caracterizavam serão para nós a recordação maior e sempre presente».
A emoção era visível em muitos rostos sobretudo naqueles que mais tempo acompanharam Alcides Campelos como Serafim Oliveira, Arlindo Santos e o ex-presidente da Câmara, Dinis Costa entre outros que não seguraram as lágrimas.