VISITE VIZELA, Santuário de S. Bento das Peras; Balneários Termais; Parque; Rio; Montanha; Património; História...

Hospital acolheu 54 alunos de Medicina

O Hospital da Senhora da Oliveira Guimarães recebeu hoje 54 alunos do terceiro ano do Curso de Medicina da Escola de Medicina da Universidade do Minho.


Desde 2004 que, todos os anos, o Hospital acolhe alunos da UMinho, uma vez que faz parte das parcerias de ensino prático que esta estabeleceu para desenvolver o seu curso de medicina. Esta «vertente universitária» do Hospital tem, desde então, desenvolvido e enriquecido progressivamente o seu contributo para a formação de novos médicos e demonstrando a sua idoneidade e capacidade formativa no âmbito da medicina. O Hospital tem um Núcleo de Ensino que tem como uma das suas funções acompanhar estes futuros médicos. Os alunos da UMinho frequentarão a vertente curricular de Introdução à Medicina Clínica (IMC) que é o primeiro contacto com a prática clínica, nas instituições prestadoras de cuidados de saúde. Antes disso, os anos anteriores do curso são mais direcionados para a aprendizagem teórica, com a aquisição dos conhecimentos fundamentais indispensáveis à sua prática clínica.

Na ocasião, os alunos fizeram o equivalente ao «juramento hipocrático», mas em moldes atuais, comprometendo-se a observar diretrizes éticas e a cumprir determinados pressupostos e regras internas do Hospital de Guimarães.
Estes futuros médicos frequentarão, desde hoje até 22 de junho, aulas práticas no Serviço de Medicina Interna, em contacto próximo com o doente, com o corpo clínico e com a doença, tendo terreno propício para se dedicar ao estudo. Terão assim oportunidade para se familiarizar com os procedimentos médicos em ambiente hospitalar, experienciando diretamente a vivência do quotidiano dos profissionais de saúde num hospital.

O ensino, incluindo a formação, a par com investigação, é um eixo de desenvolvimento estratégico do Hospital de Guimarães. A formação pré (alunos) e pós (médicos internos) graduada de médicos no Hospital tem sido exponencial. Só esta aposta permite ao Hospital ter centros de referência nacionais e europeus e ter vários serviços clínicos frequentemente classificados de excelência por avaliações independentes, assim como a certificação de Acreditação Internacional de Qualidade pela JCI. O objetivo primário da aposta no ensino é cumprir a missão do Hospital: «Realizar o Diagnóstico, o Tratamento e a Reabilitação dos doentes, assegurando os melhores cuidados de saúde, com elevados níveis de competência, excelência e rigor, conjugando as atividades de Ensino e Investigação, fomentando a formação pré e pós-graduada, respeitando sempre o princípio da humanização e promovendo o orgulho e sentido de pertença de todos os profissionais, e por essa via reafirmando a sua utilidade técnica e social».