Emanuel "Leão" morreu de ataque cardíaco

Contrariamente ao que se suponha, Emanuel "Leão" não morreu de um acidente de trabalho mas sim de um fulminante ataque cardíaco em sua casa na França. Foi sepultado ontem em Vizela.


O corpo de Emanuel Ribeiro de Oliveira, de 55 anos, chegou ontem de manhã de França à sua terra natal tendo sido sepultado à tarde no cemitério de S. Miguel das Caldas. Acompanhou o corpo desde França até Vizela o seu sobrinho que com ele trabalhava na construção civil no País de emigração.
Segundo este, Emanuel "Leão" padecia de um problema pulmunar há vários anos (uma sombra no pulmão), sendo pouco cuidado com a sua saúde pois não gostava de consultas nem de hospitais, tendo, por isso, deixado progredir a doença.
No dia da morte sentiu-se mal disposto no trabalho da parte da manhã e ao início da noite, já em casa, quando estava sentad no sofá a ver teçevisão, começou a sentir-se mal. Estava a sofrer um enfarte que lhe foi fatal. De nada valeu a pronta intervenção do INEM.
Ainda segundo o seu sobrinho, foi verdade que Emanuel tivera há uns tempos atrás um pequeno acidente de trabalho, mas do qual resultou em pequenas escoriações nos membros inferiores e que não teve qualquer ligação com a sua morte.
Emanuel "Leão" era casado mas não tinha filhos.



Partilhar