MARIA JOSÉ PACHECO


Historiadora vizelense nasceu em Vizela a 6 de Novembro de 1932.

Estudou no Liceu de Guimarães. 

Estudou filologia na Universidade de Letras de Coimbra. 

Foi Vice presidente da Juventude Universitária Católica Feminina. 


Foi professora no Liceu Carolina Michaelis. 

É autora dos livros Avicella — Antologia Sobre Seu Termo, (1984); Para a História de Vizela, Legado e... Outras Coisas Mais, (1987); Camilo e Vizela, com Três Cartas do Escritor (1990); A Rita Portuguesa, tradução com Virgínia Martins de Portuguese Rita, (1998); Em Vizela Num Natal de 1900, (2002). Colaborou em Álbum de Memórias do Ateneu Comercial do Porto (1869-1994), Porto 1995 e em Património e Indústria No Vale do Ave Um Passado com Futuro (2002) e Das Margens do Vizela – Memórias (2007).


Foi membro da Assembleia de Freguesia de S. João das Caldas durante três mandatos; Vereadora da Câmara Municipal do Porto com o Pelouro da Educação e deputada municipal de Vizela em Guimarães.

Interviu em diversas ações públicas a favor da criação do Concelho. 

Proferiu várias palestras públicas sobre Camilo Castelo Branco e promoveu uma homenagem ao escritor no jardim Manuel Faria com o descerramento  de um memorial na presença duma bisneta do autor. 

É militante do Partido Socialista. 

Reside no Porto. 

Partilhar