DIRETO: Paços-Vizela, 2-1...Comecar com onze, jogar com dez e acabar com nove


Expulsão de Cassiano aos 9 minutos matou o jogo.
O Vizela somou a segunda derrota consecutiva esta tarde na Mata Real diante de um adversário direto. 
Um gesto irreflectido de Cassiano aos oito minutos,  (considerado agressão pelo VAR e sancionado pelo árbitro),  deixou os vizelenses reduzidos a dez unidades.  Apesar disso o Vizela marcou primeiro pelo regressado Bruno Wilson. Porém a expulsão estragou o espetáculo. 
Nuno Santos num grande remate empatou antes do intervalo e na segunda parte o Paços de Ferreira, com mais um jogador em campo,  operou a reviravolta no marcador. 
Jogar onze contra onze já era difícil, com menos um jogador, e com a influência de Cassiano de fora, as coisas complicaram-se. 
E como um mal nunca vem só,  Samu foi também expulso. Cassiano e Samu não defrontam o Portimonense na próxima jornada. 
Fica a ideia de que,  tal como noutras jornadas,  o Vizela deu tiros nos pés. A expulsão de Cassiano,  independentemente do "teatro" do jogador do Paços, era perfeitamente evitável.  E isto resumiu tudo o resto.
De salientar o apoio que  centenas de adeptos vizelenses deram à sua equipa. 
O Paços somou 24 pontos e ultrapassou o Vizela que mantém os 23.
......

90+6 Termina a partida.
95, amarelo para Schettine. 

91, Vizela ganha um canto.  Kiki de cabeça remata ao lado. 

90, mais 6 minutos de compensação 

85, Marcos Paulo sai e entra Alex Méndez. Adeptos do FCV continuam a apoiar a equipa. 

84, EXPULSÃO,  Samu vê segundo amarelo. É um cartão  forçado com excesso de preciosismo do árbitro. Vizela reduzido a nove.

76, Boa jogada de contra-ataque do Vizela com Schettine perto de marcar.

75, cartão amarelo para Luís Silva do Paços. 

73, Schettine entra e sai Claudemir.  Vizela com muitas dificuldades.  Joga reduzido a dez desde o minuto 9.

66, dupla alteração no FCV. Entram Zhoi e Koffi e saem Igor Julião e Nuno Moreira. 

63, GOLO DO PAÇOS, 2-1.

62, cartão amarelo para Maracás do Paços 

61, grande defesa do Pedro Silva

53, cartão amarelo para Djaló do Paços. 

- Começa a segunda parte

Intervalo com empate (1-1) no marcador. 
Desde o minuto 9 a jogar com menos um por inconcebível expulsão de um jogador tão experiente como Cassiano, o Vizela bateu-se bem, com armas desiguais. Bruno Wilson abriu o marcador e Nuno Santos empatou a contenda.
A tarefa não se apresenta fácil para o segundo tempo, mas o Vizela sabe lutar e sofrer. 

Golo do Paços (1-1)

Vídeos do golo do Vizela e da 
expulsão de Cassiano. 



41, GOLO DO PAÇOS, um golaço de Nuno Santos a remate de fora da área. 1-1

38, cartão amarelo para Delgado do Paços de Ferreira. 

33, No Paços de Ferreira, entra Hélder Ferreira e sai Rui Pires que tinha cartão amarelo. 

30, Vizela segura pressiona vantagem. .

 23, GOLO DO VIZELA,  marca Bruno Wilson de cabeça após pontapé de canto. Cantam os adeptos vizelenses. 0-1

22, cartão amarelo para Rui Pires do Paços. 

20, como se esperava, o Paços de Ferreira aproveitou a vantagem de jogadores para pressionar mais, e o Vizela a defender.


8, EXPULSÃO de Cassiano. Erro crasso e inadmissível de Cassiano em tocar (agressão?) no peito do adversário com o jogo parado. Vizela reduzido a dez. Espetáculo estragado. Mais dificuldades para os vizelenses. 


4 , Var, avalia se há grande penalidade contra o Paços de Ferreira ou falta (agressão) de Cassiano sobre adversário. 

3 - Vizela entra a pressionar.

2 - Marcos Paulo foi ao banco de suplentes do Paços de Ferreira cumprimentar o treinador César Peixoto. 

18h00 - Começa a partida. 

- No onze da equipa do Vizela entram Igor Julião, Bruno Wilson, Marcos Paulo e Nuno Moreira. Saem Koffi, Aidara, Alex Méndez e Schettine. 

- Paços colocou entrada gratuita para os seus adeptos mais bilhete de acompanhante. Uma resposta à grande deslocação de vizelenses. 




ANTEVISÃO 
O Vizela, 11.º classificado da I Liga portuguesa, com 23 pontos, defronta o Paços de Ferreira, 13.º, com 21, em jogo agendado para as 18:00 de hoje, sábado, no Estádio Capital do Móvel, com arbitragem de David Silva, da Associação de Futebol do Porto.
O Vizela perdeu na anterior jornada em casa com o Gil Vicente (0-1) e o Paços de Ferreira perdeu em Braga (2-1). 


ÁRBITRO DO GOLO COM O ESTORIL 
David Silva, árbitro da AF Porto dirigiu esta época o Estrela da Amadora-Vizela que ditou a eliminação do FC Vizela da Taça da Liga.

Dirigiu também esta época o jogo Vizela-Estoril que terminou empatado 1-1. Neste jogo, David Silva validou o segundo golo do Vizela apontado por Kiko Bondoso (vídeo) a passe de Schettine sobre a linha de golo, todavia, uma decisão muito polémica do VAR, considerou que a bola ultrapassou a linha de fundo, o que não convenceu o presidente da SAD, Diogo Godinho,  que disse não haver imagens que mostrassem efetivamente que a bola saiu. 

AUSENTES

Defesa Ivanildo Fernandes (foto) e o médio Raphael Guzzo ainda lesionados e não jogam, tal como o lateral esquerdo Ofori, castigado (5 cartões amarelos). 
No Paços de Ferreira ficam de fora o guarda-redes Jordi e os defesas Jorge Silva, Flávio Ramos e João Vigário.

PACHECO REGRESSA A UMA CASA 
ONDE FOI FELIZ 
O treinador do Vizela abordou assim este jogo: "Nos cinco jogos que realizámos lá [como anfitriões] neste ano e no ano passado, nunca perdemos e fomos bem-recebidos. Não tenho dúvidas de que iremos ser novamente bem-recebidos. Antevejo um bom jogo, entre duas boas equipas em busca de pontos. A equipa mais regular vai alcançar os três pontos. São duas equipas que vão entrar para jogar bem», disse o treinador na antevisão ao jogo que está marcado para as 18h00. Após a derrota caseira frente ao Gil Vicente (0-1), na sequência de uma grande penalidade cometida na primeira parte, os vizelenses têm de evitar «erros controláveis» para ultrapassarem uma «equipa tranquila com bola», que «aproveita muito bem os espaços» cedidos pelo opositor, e «muito forte» sem bola, principalmente na «reação à perda». Para o líder do 11.º classificado da Liga, o Paços de Ferreira é um conjunto superior em relação àquele que se apresentou em Vizela na primeira volta (1-1), sob o comando técnico de Jorge Simão, principalmente pelo facto de ser «mais associativa» desde a entrada de César Peixoto para o cargo de treinador, em dezembro de 2021.

CESAR PEIXOTO CONTA COM GAITÁN 
O treinador César Peixoto disse que o Paços de Ferreira vai ter de ser “mais matreiro” e “eficaz na finalização” para vencer um “Vizela de qualidade”, na 23.ª jornada da I Liga de futebol, no sábado. “Desde que cheguei, a equipa estava carente de pontos, e estamos focados em tentar sacudir e dar um salto na tabela. 
A equipa está a crescer, mas tem faltado a tal matreirice na parte final, para aguentar o resultado, e, depois, matar o jogo. Procurámos essa pontinha de sorte, que também dá trabalho, mas o caminho é este, e, com vitórias, tudo fica mais fácil”, disse César Peixoto, na conferência de antevisão. 
 O Vizela é o adversário que se segue nesta campanha de ‘mata-mata’ do Paços. César Peixoto diz estar bem identificado com o valor da formação vizinha, assegurando estar preparado para uma “equipa de qualidade”. 
 “[O Vizela] É uma equipa muito intensa, agressiva e pressionante, mas com qualidade. Tem um bom treinador, com ideias já assimiladas há vários anos, e vem complicar-nos a vida. 
Vão criar-nos muitos problemas, mas estamos a crescer e preparados”, referiu. César Peixoto quer reencontrar-se com as vitórias, após seis jogos sem ganhar, e insistiu que o problema está a ser resolvido internamente. 
Insistiu na “matreirice, experiência e eficácia na finalização”, sem esconder que “será também necessário dar um bocadinho mais” nos jogos, para resgatar a confiança. 
 “O Nico (Gaitán) está a chegar ao ponto ideal e os jogadores que chegaram, como sempre disse, vieram aportar-nos coisas boas e diferentes, mas também disse que a equipa tem qualidade e quem viesse tinha de trabalhar para agarrar o seu lugar”, argumentou o técnico, atento às melhorias da equipa. 
 Koffi, contratado no ‘mercado de inverno’, está em dúvida para o jogo de sábado, numa lista de indisponíveis composta pelo guarda-redes Jordi e os defesas Jorge Silva, Flávio Ramos e João Vigário. A boa notícia para César Peixoto é o regresso de Nuno Santos, após cumprir castigo. IN SAPO.PT

ADEPTOS

Na quarta feira o Vizela esgotou os 700 bilhetes cedidos pelo Paços de Ferreira. 
Quem desejar assistir ao jogo pode comprar bilhete no Estádio custando 10 euros o ingresso para a superior. 
Há transporte a partir do Espaço Multiusos. 

Partilhar