Braga-Vizela (2-0) Cair de pé



Bateu-se bem o Vizela na Pedreira. Mas o Braga é francamente melhor e venceu bem. E essa qualidade é também reportada a Mateus, que fez duas enormes defesas a negar o golo ao Vizela. 
Num jogo com 40 remates, muita emoção e suspense até Ricardo Horta por (com um golaço) ponto final na contenda, o resultado esteve em aberto.
O Vizela voltou a perder, é um facto, porém mostrou que está neste campeonato para jogar e que podem contar com ele. 
À sétima jornada conta apenas com 5 pontos, mas convém não esquecer que já defrontou os três primeiros classificados (Benfica, Porto e Braga). Em nestes jogos só mesmo no ocaso perdeu, perto do final.



90, GOLO, faltava Ricado Horta fazer das suas. Um grande golo que encerra a história deste jogo. 2-0

90, mais 6 minutos de compensação. 

89, mais uma defesa fabulosa do guarda redes do Braga a negar o golo. S. Mateus com o Braga.

85, saiu Claudemir e entrou Alexander Schmidit no FCV.

83, GOLO do Braga, marca Vitinha a remate de fora de área. Buntic nada podia fazer. Os últimos minutos continuam fatídicos para o FCV. 1-0

79, Kiko Bondoso tem problema no joelho e vai sair. Entra Alvarado. 

77, mais um bom remate de Nuno Moreira. 

74, grande defesa de Mateus a negar o golo ao Vizela, a melhor oportunidade, Claudemir a rematar de cabeça. 

72, Vizela vai calando estádio do Braga. 

59, Samu marca mas Kiki estava na linha do guarda redes (?) e o golo é anulado.

55, bracarenses atacam de qualquer feitio.

51, bom remate de Nuno Moreira. E depois de Osmajic. O Vizela a recomendar cautela ao SCB.

50, boa defesa de Buntic. Braga reentrar forte.

- Começa segunda parte. No Vizela entraram Isaac e Nuno Moreira. Saíram Igor Julião e Zhoi. 
0-0, O Braga entrou muito forte, o Vizela conseguiu segurar o ímpeto atacante da equipa de Artur Jorge,  Pacheco retirou de jogo Guzzo que já tinha cartão amarelo e era perigoso  porque André Narciso é uma máquina a puxar pelo cartão. Na reta final o Vizela saiu da casca e rematou mais à baliza bracarense. 
14 remates para o Braga e seis para o Vizela, os 20 remates não deram golo. Braga melhor,  naturalmente, mas o Vizela tem dado conta da missão. 
...

45+2, Intervalo sem golos.

43, Vizela faz quatro remates seguidos. 

37, Buntic muito seguro perante grande avalanche de remates bracarenses.

30, sai Guzzo (tinha cartão amarelo) e entrou Samu.

13, cartão amarelo para Anderson do Vizela. Três cartões do Narciso em 13 minutos. Haja calma!

11, primeiro remate do Vizela,Zohi para as nuvens. 

10, amarelo para André Horta. 

6, cartão amarelo para Guzzo. Mal mostrado. Soma quatro cartões na época. 

5, Braga entra forte.

 20h30, começa o jogo num estádio com muito público. 

BRAGA
: Matheus; Fabiano, Tormena, Paulo Oliveira e Sequeira; Iuri Medeiros, Racic, André Horta e Ricardo Horta; Banza e Abel Ruiz.
Treinador: Artur Jorge. 

VIZELA: Buntic; Igor Julião, Anderson, Ivanildo e Kiki; Claudemir e Alex Mendez; Kiko Bondoso, Raphael Guzzo e Zohi; Osmajic.
Treinador: Álvaro Pacheco. 

- Tomás Silva está castigado. Igor Julião vai substitui-lo. Samu fica no banco e entra Claudemir. Nuno Moreira fica de fora e entra Zhoi. 

ANTEVISÃO 

O Sporting de Braga é o adversário de hoje do FC Vizela. A equipa bracarense ainda não perdeu esta época para o campeonato (de só menos apenas um empate com o Sporting) e na prova europeia tem realizado, também, uma caminhada irrepreensível. 

André Narciso, árbitro de 39 anos da Associação de Futebol de Setúbal, apitou recentemente o jogo com o resultado mais surpreendente da temporada: o Sporting, 0-Chaves, 2. Logo compete-lhe dirigir o encontro entre duas equipas do mesmo distrito. 

O Braga está na mó de cima. Mas o Vizela tem jogado e batido bem.


É este o adversário de um FC Vizela que não vence há seis jogos consecutivos e necessita de pontuar para desanuviar.

 


É o primeiro compromisso em campo da nova SAD, até aqui liderada por Diogo Godinho e agora sob a alçada de Joaquim Ribeiro, o fim de um investidor chinês o início de uma investidor malaio. A industrialização do futebol segue estes trâmites pois nem sequer a Liga Portugal admite clubes apartados de sociedades comerciais designadas como “Sociedade Anónima”, “Sociedade por Quotas” e “Sociedade Unipessoal por Quotas”. Seja!
Álvaro Pacheco não precisa dizê-lo: vai jogar para a vitória. Espera-se, por isso, um jogo muito interessante a partir das 20h30 deste domingo posterior à Noite Branca esperando-se que o FC Vizela não fique em branco por terra de Ricardo Rio e de D. José Cordeiro. 



 

Partilhar