"Manuel Faria é eterno"

 

 

A Câmara Municipal de Vizela distinguiu esta manhã, na inauguração da requalificação da Rua Dr. Abílio Torres. o grande vizelense, já falecido, Manuel João Freitas Ribeiro de Faria.

A distinção passou pelos descerramento de uma placa com o nome do homem generoso a quem se deve hoje e sempre a sala de vistas de Vizela, o jardim Manuel Faria.


Victor Hugo Salgado, ladeado pela professora Lídia Faria (filha do homenageado) e seu marido, para além de outros familiares, descerrou uma placa (entre a rua Dr. Abílio Torres e o Jardim rodeada de flores) com o nome do homem que ofereceu generosamente os terrenos onde hoje está o jardim com o seu nome.

Anteriormente, o jardim deteve o nome de Maria do Resgate Salazar (mãe do ditador António de Oliveira Salazar) e após o 25 de abril adotou o nome do general sem medo assassinado pela PIDE, Humberto Delgado.

Ainda no período da vigência da Câmara Municipal de Guimarães, e já depois da morte de Manuel Faria, o seu amigo Manuel Campelos, líder do Movimento para a Restauração do Concelho de Vizela e a quem quem Manuel Faria dedicou o poema VAMOS, com o apoio do Notícias de Vizela, exerceu uma campanha junto da edilidade vimaranense para atribuir o nome de Manuel Faria ao jardim. A Câmara de Guimarães acabou por ceder às pretensões dos vizelenses.


HOMEM COM VIZELA NO CORAÇÃO

Manuel Faria, foi Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Vizela (1959-1970), vereador de Vizela na Câmara de Guimarães, primeiro Presidente da Casa do Povo de Vizela, um dos fundadores do Movimento para restauração do Concelho de Vizela e doador dos terrenos do jardim que detém justamente o seu nome. 
O poema VAMOS, de incentivo à luta de Vizela, que se vê na foto, é de sua autoria e está fixado na parede exterior do edifício da Câmara de Vizela.
Bateu-se imenso em Guimarães pela abertura da avenida Sá e Melo o que foi conseguido.
Esteve ainda ligado a outras instituições de Vizela.
Manuel Faria Faleceu em 1988, dez anos antes de Vizela ser elevada a concelho. Tinha 77 anos.

Partilhar